Música, educação e afins

Música é um fenômeno social, que pode nos aproximar de determinadas pessoas e nos afastar de outras. Isto porque usamos música para compartilhar sensações e emoções, para transmitir valores e ideais com os quais nos identificamos. Deste modo, nem sempre é gratuito gostar (ou não) de determinada música, estilo, ou gênero musical; nosso gosto musical por muitas vezes tem origem, direta ou indiretamente, consciente ou inconscientemente, nas relações sociais que estabelecemos (ou que os outros estabelecem conosco).

Tum Tchi Tá


Este jogo trabalha noções de grave, médio e agudo, sequências de timbres corporais, e diferentes métricas (compassos binários, ternários, quaternários, quinários, etc.), de acordo com o número de cartas que os jogadores conseguirem acumular.

OBJETIVO
Montar o ritmo com maior número de cartas. Se, ao final do jogo, houverem jogadores, duplas ou trios com o mesmo número de cartas em sequência, o desempate será definido pela velocidade de execução, cronometrada pelo professor.

NÚMERO DE JOGADORES
de 2 a 4 jogadores, duplas ou trios (até 12 jogadores);

COMO JOGAR
1. Embaralhe as cartas e as disponha sobre a mesa em um único monte com as faces viradas para baixo.
2. Sorteie a ordem dos jogadores, das duplas ou dos trios;
3. Retire a primeira carta do monte para dispô-la sobre a mesa, à sua frente e com a face virada para cima (para que os outros jogadores possam vê-la);
4. Jogue o dado para sortear a quantidade de toques que terá o seu ritmo.
4.1. A duração de cada toque pode coincidir com o pulso ou com suas subdivisões para gerar ritmos diversos ao gosto dos participantes;
4.2. O número de vezes sorteado no dado não vale apenas para a última carta, mas para o ritmo resultante da totalidade de cartas em sequência. Por exemplo: um determinado jogador, dupla ou trio já possui as cartas tum tchi, nesta ordem e obtém da mesa ou (do lixo) outra carta tchi; e se o número sorteado no dado for 3 (três); isto significa que ele deverá realizar a sequência tum tchi tchi por três vezes consecutivas e ininterruptas. Assim: tum tchi tchitum tchi tchitum tchi tchi.
5. Após jogar o dado, cada jogador dupla ou trio tem direito à 10 segundos de treino por carta que possuir na sequência;
6. Se realizar o ritmo corretamente o(s) jogador(es) pode(m) ficar com a carta; se falharem em algum dos critérios de execução, a última carta acrescida à sequência deverá ser devolvida à mesa, com a face virada para cima, em um monte à parte chamado "lixo";
7. Nas rodadas seguintes, as cartas sorteadas deverão ser dispostas uma após a outra no intuito de construir uma sequência de timbres.

CRITÉRIOS DE EXECUÇÃO
1. O ritmo deve ser executado em um pulso regular e ininterruptamente pelo número de vezes que for sorteado pelo dado;
2. As onomatopeias tum, tchi e , servem apenas para facilitar a leitura do ritmo, mas não devem ser verbalizadas em voz alta durante a execução para não sobrepor o som dos timbres corporais;
3. Duplas e trios deverão realizar o toque em uníssono (ao mesmo tempo);

LIXO
As cartas devolvidas à mesa por execuções incorretas deverão ser dispostas no monte chamado "lixo". Os próximos jogadores podem escolher sortear uma carta do monte ou pegar quantas quiser do lixo. As cartas recuperadas do lixo podem ser dispostas em qualquer ordem contanto que estejam após a última carta da sequência.

CARTAS CORINGA
Escolha: permite aos jogadores que a possuírem escolher qual timbre esta carta representará em sua sequência; o timbre escolhido pode ser circulado à lápis na carta se o baralho for produzido em PVC.
+ 1 chance no dado: permite aos jogadores que a possuírem repetir mais uma vez o sorteio do dado caso a quantidade de vezes sorteada na primeira vez não lhes agrade;
Onde quiser: permite ao(s) jogador(es) que a possuir(em) inserir as próximas cartas sorteadas, do monte ou recuperadas do lixo, onde bem entenderem (no ínicio, no final ou entre outras cartas da sequência).

Produza você mesmo o baralho a partir do PDF disponibilizado logo abaixo, em formato A3. Para maior durabilidade você pode imprimir direto em folhas de PVC Laser Branco, com 300 micra de espessura, próprias para a impressão a laser. O material é bem parecido com aquele utilizado para fabricar baralhos profissionais.


Um comentário:

Postar um comentário